Please enable JavaScript to view the comments powered by Disqus. [CS:GO] ‘Fizemos bons jogos e estamos evoluindo’, diz Tatazin em entrevista ao blog da Yeah
menu
Siga-nos
5 maio 2020

[CS:GO] ‘Fizemos bons jogos e estamos evoluindo’, diz Tatazin em entrevista ao blog da Yeah

O capitão analisou o desempenho da equipe no Road To Rio, primeiro campeonato Tier 1 da Yeah

Por Marcelo Bechara

A Yeah Gaming teve sua primeira grande experiência no cenário internacional de CS:GO. A jovem equipe estreou em uma competição Tier 1 – o ESL One: Road To Rio – e enfrentou os melhores times do mundo.

Os Tigres fizeram partidas equilibradas contra MIBR, Bad News Bears, Team Liquid e quase venceu a Fúria, sendo superada no terceiro mapa. Apesar de a classificação para os playoffs não se concretizar, o desempenho e evolução foram nítidas, o que agradou a todos. É o que diz o capitão Alef ‘Tatazin’ Pereira, em entrevista para o blog.

“O ponto positivo é que, daqui para frente, vamos perder o medo de jogar contra esses times. A gente nunca tinha jogado para valer contra Liquid, MIBR, Furia, contra os times que estavam no nosso grupo”, afirmou Tatazin.

“Sempre jogamos contra os times Tier 2, que são os times do nosso nível. Pegamos uma confiança a mais depois desse campeonato, mesmo não fazendo uma campanha boa. A gente fez bons jogos, ganhamos um mapa da Fúria e quase fechamos o terceiro mapa. Contra MIBR e Bad News Bears, foi no detalhe, poderíamos ter vencido um mapa. Faltou um pouco de experiência e isso é normal”, completou.

O IGL reforçou em como o time ainda é novo e que a base, importante para almejar grandes objetivos, ainda está sendo formada.

“A gente é muito novo como time, cada um veio de um time diferente, a gente não tinha uma base. Estamos construindo a base agora, o time está evoluindo, não estamos estagnados. Todo mundo está querendo a mesma coisa, com o mesmo objetivo. O ponto positivo daqui para frente é que a nossa confiança vai aumentar, principalmente contra times Tier 2”, afirmou.

Tatazin também foi claro ao dizer qual a atual meta da Yeah Gaming.

“Hoje a nossa meta é não perder para time Tier 2. A nossa meta agora não é ganhar de time Tier 1, mas hoje a gente luta para se qualificar para a Blast e aí jogar contra times Tier 1, ir aprendendo, evoluindo. É subir esse degrau e esse degrau é muito difícil”, comentou.

“Não que tenhamos ficado feliz com o resultado final, mas vimos que fizemos bons jogos e estamos evoluindo”, falou Tatazin.

Sobre os pontos negativos, o capitão apontou a rápida resposta por parte dos times de elite. “Eles te punem muito rápido, respostas muito rápidas. E nós percebemos isso, aprendemos isso ao longo dos jogos”, disse.

“Precisamos melhorar nossas respostas dentro do jogo, mas isso é praticando, é melhorar com o tempo”, complementou.

Tatazin aproveitou para contar a diferença entre os treinos e jogos contra os times Tier 1.

“Treinamos contra vários times Tier 1 e até já ganhamos algumas séries. Mas no campeonato é totalmente diferente. Aqui (América do Norte) o pessoal usa o treino para treinar mesmo, eles não querem ganhar o treino. Mas no jogo valendo, eles colocam em prática tudo de bom”, afirmou.

“Vamos estar muito mais preparado para jogar campeonatos contra times Tier 2. Mas precisamos dominar o Tier 2 ainda e depois pensar no Tier 1. A gente está no caminho certo”, finalizou Tatazin.